Not a member? Register now!
Announcements
Like us on Facebook, follow us on Twitter! Celebrate another year with MH and read our yearbook.
Manga News: Check out this week's new manga (9/22/14 - 9/28/14).
Forum News: Visit new sections for Nisekoi and Kingdom!
Translations: One Piece 761 by cnet128 , Bleach 597 (2)
translation-needs-proofread

Oyasumi Punpun Volume 13

VOLUME FINAL

br
+ posted by Nintakun as translation on Feb 8, 2014 14:19 | Go to Oyasumi Punpun

OYASUMI PUNPUN, VOLUME 13 (THE FUCKING END)

PÁG. 1

[É o índice, preciso traduzir isso?]

PÁG.2

Capítulo 135

SEKI!!
TÁ PEGANDO FOGO!

"Se você confiar em mim, te protegerei de todo o mal."

PÁG.3

PARA TRÁS!
CADÊ OS BOMBEIROS!?

É PERIGOSO AQUI!
POR FAVOR, AFASTEM-SE!

AGGGGGGH!!
NÃÃÃÃÃÃÃÃÃO!
POR QUÊÊÊÊÊ!?

PÁG.4

haah
haah
haah

Ahh

Haah
haah
haah
haah

...Nanjou.
Ainda tá acordada?

PÁG.5

Acho que tô vendo fumaça...
Ah...
Você tá é maluca por trabalhar demais... Vai dormir.

Continuando com as notícias.
O grande destaque do dia até agora.

PÁG.6

De acordo com a polícia, o corpo descoberto foi identificado como sendo o de Mitsuko Tanaka, de 41 anos, moradora do distrito XXX da área metropolitana de Tokyo.
Além dos sinais de estrangulamento, haviam ferimentos de facadas em sua barriga, levando a polícia a acreditar se tratar de um possível homicídio.

E hoje mais cedo, o carro da morta foi encontrado abandonado no distrito XXX de Kagoshima.

À luz do desconhecido paradeiro de Aiko Tanaka, filha da vítima...
A polícia acredita que ao encontrá-la, terão mais pistas para solução do caso e iniciaram as buscas atrás dela.


PÁG.7

30 de juho, meio-dia.

"Vamos nos acalmar e pensar..."

Tudo bem.

PÁG.8

Hmmm...

Com licença, mas...
Você é a Aiko Orihara, né?

Eu sou meio que seu fã desde seus tempos da revista "Young Man Grand Prix"...
Na loja não era o lugar mais adequado, mas... aqui estou.
Eu sei, estou parecendo um fanático, mas...
Eu estava lá no evento onde você debutou, lembra?

PÁG.9

A pausa que você deu não significa que você parou de vez, né?
Você ainda tem contato com a Yuzuki lá da sua agência, né?

Ahaha...
Desculpe, vou parar com as perguntas pessoais. E vou manter segredo sobre seu namorado também.
Sou um fã profissional, né...

Eu não sei do que você está falando.
Acho que me confundiu com alguém.

Hã?
Ah, você tá zoando, né?

Digo, Ali na loja, ainda agora...
Você assinou o seu nome de verdade, Aiko Tanaka...

"É exatamente como ela disse..."

PÁG.10

"Dá uma olhada no clima e cai fora, seu merda!"

Sabe...
Acho que encontrei trabalho e um lugar pra viver...

"Mesmo assim, não podemos mais ficar nessa ilha, Aiko."

PÁG.11

HUFF!
HUFF!
HUUH!

PÁG.12

SHIMIZU!

"Seki, você sempre diz que isso tudo é pelo meu próprio bem, mas...
No fim, você só se importa consigo mesmo."

PÁG.13

Cadê o Shimizu?

VOCÊS...
ANDEM LOGO E CAIAM FORA DAQUI!

PÁG.14

"O Deus do Cocô disse que eu poderia fazer qualquer coisa!"

"Eu quero acreditar em você, Seki.
Mas você nunca acredita em mim, não é?"

Acreditar ou desacreditar em alguém...
Nada disso importa.

PÁG.15

Olha só pra mim.
Só com a minha própria vontade...
Eu posso fazer qualquer coisa que me der na telha!

Shimizu...
Hora de ir pra casa.

PÁG.16

[sem texto]

PÁG.17

[Sem texto]

PÁG.18

[página enche-volume]

PÁG.19

[E outra]

PÁG.20

Capítulo 136

... Amados.

Meus atos e essas palavras talvez sejam só uma cifra musical cravada nos registros acáshicos.

E ainda assim, eu espero.
Sim, eu espero ansiosamente, ainda que pareça tolice.
Eu espero pela chegada de um mundo completamente novo e cheio de harmonia.

PÁG.21

Mesmo que meu corpo apodreça e seja esquecido por todos, acredito que as vibrações de meus guerreiros mágicos irão ecoar por todos vocês.

Mesmo que este mundo vonte um dia.
Eu ainda espero, pois vivi só pra esse momento.

PÁG.22

...Agora, chegou a hora da mais sublime vibração.
Sim, em outras palavras...

PÁG.23-24

BOAS VIBRAÇÕES!

[texto pequeno: Iiiirra!]

PÁG.25

RESGATAMOS DOIS SOBREVIVENTES!
TRAGAM AS MACAS!

AFASTEM-SE!

EI, VOCÊ!
QUANTOS AINDA ESTÃO LÁ DENTRO!?

PÁG.26

[Sem texto]

PÁG.27

[Sem texto]

PÁG.28

"Aiko."
...
Haah
Ahh...

"Assim que voltarmos pra Kagoshima, vamos pra Osaka.
Será mais fácil se misturar às multidões numa cidade grande..."

PÁG.29

Eu não quero ir.
Não quero mais ir pra lugares com muitas...

Pessoas...

PÁG.30

"Aiko, você está fervendo!"

Eu tentei tomar os comprimidos.
Mas eles não funcionam mais...

"Eu acho que você deveria ir ao Hospital, nem que seja só uma vez."

Se eu fizesse isso...
Seria pega, né?

Haha...
Já entendi...
Você quer que eu seja pega...

PÁG.31

Hm?
Nishinozawa é um pouco longe daqui, sabem, né?
Mas o que vocês pensam em fazer lá nas montanhas numa hora dessas?

Devo me apressar?

Você não parece bem.
Eu tenho uns sacos plásticos...
Se quiser vomitar, avise.

PÁG.32

Você se lembra?
Por que eu queria ir a Kagoshima quando éramos crianças?
É porque eu tinha um tio que morava lá...

Ele...
Ele é médico, sabe...

PÁG.33

"E hoje mais cedo, o carro da morta foi encontrado abandonado no distrito XXX de Kagoshima.

À luz do desconhecido paradeiro de Aiko Tanaka, filha da vítima...
A polícia acredita que ao encontrá-la, terão mais pistas para solução do caso e iniciaram as buscas atrás dela."

... A seguir, relatório do trânsito.

PÁG.34

Já estamos quase em Nishinozawa, mas me sinto meio cansado.
Então, vou pegar um pequeno desvio e vamos dar uma parada num mercadinho.

Vou parar o Taxímetro um pouco...
[taxímetro: Custo - 15240 ienes]

"Aiko... não acho que essa seja a melhor escolha. Confiar num parente em uma situação dessas é perigoso demais..."

PÁG.35

Pois então...
Tem alguma outra ideia?
Tenho certeza que não, Punpun...

"Só porque é um parente, você acha mesmo que ele ajudaria alguém que entraria do nada na casa dele com marcas de facadas sem questionar nada?"

Meu tio é uma boa pessoa.
Tenho certeza de que se explicássemos, ele...

"Se ele é uma boa pessoa, então isso é só mais um motivo pra ele não nos ajudar..."

PÁG.36

O taxista...
Ele tá demorando.

"Temos que sair do carro, rápido."

O quê?

"Ele deve ter percebido quem era você... se ele já nos entregou, então...

PÁG.37

Huff...
Haah..

Hm...
Ngh...
uuh...
Uuuuh...

PÁG.38

Capítulo 137

"Aiko, esconda-se!"

Hmm..
Uh...

Hmmf...

Ahhh...
Haah...
Haah...

"Vamos nos afastar da estrada."

PÁG.39

Espera!

PÁG.40

Preciso fazer xixi.

Uuh...
Huu...
Ahhh...
Hmm...

Haah...
Ahh..
Ooh...

Ahh..
uuh...

PÁG.41

"Se acharmos um rio, podemos descer e encontrar uma cidade. Vi isso na TV uma vez."

Punpun...

PÁG.42

"Aiko?"

Você...
No que você está pensando?

Ahh...
Uuuh..
Ngh..

Urrh!

"Me perdoe... é minha culpa por exigir demais de você. Vamos descansar..."

Ahhh..
Huuh
Uuuh...

PÁG.43

Não!

Não chegue perto de mim!

PÁG.44

Eu percebi!
Você notou que sou só um obstáculo!
Já que seu nome não foi pras notícias, não é?

Você me trouxe pra floresta...
Pra você me matar e me enterrar aqui, não é mesmo?

PÁG.45

[Sem texto]

PÁG.46

Ahh..
Haah...
Ahh!
Huuh!

Haah.
Haah..
Haah...

Ahh...

Haah.
Ahh..

ahh..

PÁG.47

"Se não acredita em mim, então no que mais acreditará?"

Uuuh...
Ahh..
Ahh..

A culpa...
A culpa é toda sua por as coisas terem ficado assim!

PÁG.48

"Não te prometi? Eu te protegeria, não importa o que acontecer."

"Confie em mim."

PÁG.49

A-
Ahh..
Ahh..
Ahh..
Ahh..

PÁG.50

"Mas você é uma imbecil mesmo..."

"Mas tá tudo bem... tá tudo muito bem, Aiko."

PÁG.51

HAAH
AHH
GAHH

"Talvez seja exatamente por isso que fui salvo por você..."

Ah-
Ahh..
Ahh!
Ahhh..

"Logo, tenho certeza de que poderemos entender um ao outro completamente!"

PÁG.52

"Aiko, você não precisa mais pensar em nada."

"É por você tentar pensar que não conseguimos nos entender."

PÁG.53

HMM!
NNH!
NHH!

AHH!
OOH!
AAAAH!

PÁG.54

AAAAAH!

PÁG.55

[eita]

PÁG.56

Capítulo 138

PÁG.57

AH!

Eu conheço esse lugar!

PÁG.58

"Se lembra de onde é o hospital?"

Acho que sim...

"Se o seu tio pensar em tomar qualquer atitude hostil contra nós... bem, dizem que você colhe o que planta, né..."

PÁG.59

[Papel na porta:

Aos interessados:
Em resposta às reformas na cidade graças à consolidaçao municipal, a clínica se mudará pro centro. Obrigado por todo seu suporte durante esses anos.

-Clínica Orihara-]

Essa cidade...
Não tem mais ninguém morando aqui.

PÁG.60

As cigarras já estão cantando...

Seria melhor pra elas se relaxassem de baixo da terra enquanto podem...

"Aiko."

PÁG.61

Isso está aos farrapos...

"Acho que ainda tem gente morando por ali, veja."

Primeiro nos escondendo. E agora, procurando...
Não é estranha nossa situação?

PÁG.62

[Sem texto]

PÁG.63

Estamos aos poucos...
nos afundando.

PÁG.64

Não importa o quanto tentmos...
Sempre voltaremos a onde pertencemos.

Você disse que eu não precisava mais pensar em nada.
Pra dizer algo assim, você deve ter crescido por dentro.

E quanto a mim, por outro lado...
Não sou nada mais que uma garota qualquer, não a garota dos seus sonhos...

PÁG.65

Eu me pergunto...
Por que me sinto mais solitária conforme o tempo vai passando?

Depois de descansar um pouco...
Acho que vou procurar uma delegacia ao invés do hospita.

PÁG.66

Essa casa tá abandonada também...

"Venha pra dentro. É muito bom aqui."

Não, vou ficar aqui fora.
Iria parecer rude com as pessoas que viveram nessa casa se entrássemos...

"Se você se entregar, eu ou encobrir tudo que você fez. Não precisa se preocupar com nada, Aiko."

PÁG.67

"Mesmo que me prendam, desde que você me espere do lado de fora, vai ficar tudo bem, não importa quanto tempo dure minha sentença."

PÁG.68

Estou sendo totalmente sincera.
Então, vamos parar de mentir.

"Então, me diga."

"Você falou tudo aquilo sobre matar sua mãe só pra impedir que eu me suicidasse?"

Isso não era mentira...

PÁG.69

[Meu deus, que casal doentio]

PÁG.70

Naquela noite que vimos as estrelas cadentes quando saímos da fábrica abandonada...
Eu desejei que nós dois nos apaixonássemos.

Meu desejo se tornou realidade.
É incrível!

Como pode existir tal felicidade?

PÁG.71

Às vezes eu penso...
Será que um dia veremos a Via Láctea daquele mesmo jeito de novo?

"Veremos. Um dia, com certeza veremos."

Isso me deixa tão feliz...

Mesmo que tivermos que nos separar...
Vamos pensar um no outro durante o Tanabata.

"Sim, eu prometo!"

PÁG.72

Haha...

PÁG.73

[Sem texto]

PÁG.74

[Sem texto]

PÁG.75

Capítulo 139

1 de Julho, 2 da tarde.

PÁG.76

[sem texto]

PÁG.76

[Sem tex... ih, meu deus...]

PÁG.77-78

[CARALHO, MANO!]

PÁG.79

[Puta merda, e agora?]

PÁG.80

[Nossa, que horror, véio...]

PÁG.81

[Ahhh]

PÁG.82

"Vamos embora, Aiko."

PÁG.83

[Sem texto]

PÁG.84

"Aiko, ando pensando nisso... Na nossa vida de agora em diante."

"Vamos pensar. Nós talvez não poderemos mais viver em paz, mas acho que ainda podemos desfrutar um pouco de nossas vidas."

PÁG.85

"Assim que acordo pra ir pro meu trabalho noturno, você volta do seu. Você reclama dos seus colegas, mas é sempre a mesma coisa. Eu fico incomodado, mas relevo se isso te aliviar."

"Seria uma vida em que teríamos pouco tempo um para o outro por causa de nossos empregos, e ainda mal teríamos dinheiro para economizar, logo, seria bem problemático se um de nós sofresse um acidente. A exaustão me tornaria uma pessoa pior do que eu já sou, e antes que percebesse, você se engraçaria com um homem mais jovem e melhor que eu e me abandonaria."

"Hm? Ah, desculpe pela história triste. Me deixe tentar mais uma vez, desde o começo."

PÁG.86

"Aiko, andei pensando no que eu gostaria de fazer ou no que gostaria que fosse feito a mim."

"Sabe, Aiko..."

"Eu queria mesmo ser morto por você."

PÁG.87

[Sem texto]

PÁG.88

[Sem texto]

PÁG.89

[Sem texto]

PÁG.90

"Mas o que eu sou? Idiota?"

PÁG.91

[Sem texto]

PÁG.92

[Sem texto]

PÁG.93

[velho, esse capítulo foi uma facada no meu coração]

PÁG.94

Capítulo 140

PÁG.95

Você ligou para a emergência.
Deseja falar com o corpo de bombeiros ou com o serviço médico?

Alô?
Pode me ouvir?
Deseja falar com o corpo de bombeiros ou com o serviço médico?

PÁG.96

"Sinto muito, número errado."

PÁG.97

[Sem texto]

PÁG.98

[Sem comentários]

PÁG.99

Hmmm...

"Olá pra vocês."

PÁG.100

O que estão fazendo aí?

"Nós viemos de muito longe a pé. Está tudo bem se dermos uma paradinha pra descansar aqui, não tá?"

De longe?
E por que vieram pra cá?

PÁG.101

"Nós só queríamos saber o quão longe conseguiríamos ir. Só nós dois."

Hmmm...
Vocês viajaram sem nada?

"Ah, porcaria... esqueci minha mochila na cabine telefônica!"

É a uns 20 minutos daqui.
Vocês vão desmaiar de tanto calor se continuarem assim.

PÁG.102

"Por favor, será que vocês teriam como ficar aqui até eu voltar, pra não deixar ninguém tocar ou falar com a minha amiga aqui?"

"Ela tá muito cansada e acabou pegando no sono. Não seria muito legal acordá-la agora, sabem...

Tudo bem.
A gente faz de boa.

Hmmm...
Vai ser mais rápido ir pelo tempo ali!

"Obrigado. Vocês formam um belo par."

PÁG.103

[Nossa, cara...]

PÁG.104

[Que sofrimento...]

PÁG.105

[Sem texto]

PÁG.106

[Papel: Que]

[Papel:-QUEÇ-]

[Papel: Que você nunca se esqueça de mim]

PÁG.107

... E mesmo assim...
Não deixarei que este mundo acabe.

PÁG.108

O novo mundo é, em outras palavras...

Um teste para os amantes...

E por último, gostaria de agradecer a vocês...
Meus amados guerreiros mágicos.

Por terem depositado toda sua confiança em mim, gostaria de dizer a vocês que...
Nossas boas vibrações certamente entrarão em harmonia com o universo.

O momento...
Ele se aproxima.

PÁG.109

Ou seja...

A vitória é nossa.

PÁG.110

[Sem texto]

PÁG.111-112

[VUUUUUUUHSALEAHSLRKUAHSURALKDRLHASKUDRHA]

PÁG.113

[EITA PORRA]

PÁG.114

Capítulo 141

PÁG.115

[Sem texto]

PÁG.116

[Sem texto]

PÁG.117

7 de Julho, Tokyo, clima claro.

Uma jovem menina atravessando a rua enquanto explica no celular o porquê de estar atrasada.

PÁG.118

Ser amarrado por objetivos e obrigações é inconveniente, eu pensei.

Mas isso deve ser a única coisa que conecta o eu de hoje com o eu do amanhã.

Estava por aqui. Bem quieto.

PÁG.119

Por um instante, senti como se alguém tivesse chamado por mim.

Claro, isso não aconteceria, mas então tive a sensação de que meu nome era inútil e seria melhor se fosse esquecido.

PÁG.120

Fecho meus olhos por um breve momento para me tornar apenas outra parte da horda de indivíduos passando pelos portões de uma estação.
E quando os reabro, sinto como se tivesse voltado para alguns meses atrás, quando eu ainda era um zé-ninguém.

Opa!

Senti uma certa nostalgia pelo escuro apartamentinho para o qual jamais voltarei e o vazio, e imprestável cenário da cidade onde ele fica.
Mas aquele não é o lugar para onde devo ir.

Ele está bem hoje de novo.

PÁG.121-122

[Sem texto]

PÁG.123-124

[Sem texto]

PÁG.125-126

[Sem texto]

PÁG.127

O céu estrelado. Naquele mesmo lugar, mais uma vez.

PÁG.128

[Nossa, que nostalgia]

PÁG.129

"Eu..."

PÁG.130

"Eu... me tornei mais forte."

PÁG.131

"Sem nada a perder, não há o que proteger. Problemas, ansiedade, ou até felicidade.
Esse é o ideal que eu buscava."

"Não tenho arrependimentos. Mesmo que eu voltasse no tempo e vivesse isso de novo, acabaria tudo do mesmo jeito."

PÁG.132

"Eu... finalmente consegui."

SIM! EU CONSEGUI!

PÁG.133

Tem certeza de que esse é o único jeito?

"Olá, Deus."

Mesmo falando isso tudo aí, por dentro você ainda hesita. Adoro isso em você.

PÁG.134

"Não tô hesitando. É óbvia qual é a última coisa que devo fazer."

Então, vamos voltar praquela sua vida patética e cansativa de sempre?

(Risadas)

Então...
morra.

"Não, quem vai morrer é você."

PÁG.135

[CARAAAAAAAAAALHO!!]

PÁG.136

Capítulo 142

Yuuichi.

Eu...
Acho que chegou a hora do bebê nascer...

PÁG.137

[Tela do celular: A mensagem final deixada pelo líder (?) do culto que planejava um suicídio em massa. Reupado do Niya-Niya Douga.

Todos os comentários (2)

Que idiota

kkkkkkkk]


PÁG.138

Que imbecil.

"Via láctea"
Sachi Nanjou

PÁG.139

Nanjou?
Vai jogar isso fora?

Bem-vinda de volta, Miyuki!
Gesumi falando, câmbio!
Ah, você tá aqui sozinha, Gesumi? Que raridade.

Vou contratar um assistente na semana que vem, então estou arrumando espaço.
Chamei a Gesumi pra ajudar.

Vai jogar fora até o seu álbum de formatura? Que coisa...

Na real...
Tô mais surpresa é por você ter guardado isso até hoje, isso sim.

PÁG.140

Hm?
Sachi, vai jogar até esse rascunho também?

Sim.
Quero jogar tudo fora.

[papel: O celular estragou quando caí no rio.]

[papel: foi a primeira vez que isso aconteceu, mas...]

Certo...

O manuscrito dessa semana tá pronto!
O que acham de sairmos pra fazer um lanchinho!?
Eba! Vamos comer!!

PÁG.141

sfx: Glub glub glub

SLAM!

Sabe...
Eu admiro mulheres fortes e independentes como você, Sachi!

Hoje ela tá fogo, né?
Ela só tá puta porque o Mimura não está por perto pra cuidar dela.

Eu não tô puta!
Só estou desapontada com o Mimura furando todas as promessas que ele faz!

Ela aparentemente força o mimura a mandar mensagem pra ela pelo menos 3 vezes por dia.
Nossa, mas a senhorita é uma namorada daquelas bem chatas, hein?

PÁG.142

Sachi...
Você é o tipo de pessoa que sempre cumpre suas promessas, né?
Olha aí, tô sentindo umas tendências sapatas aí ou é impressão minha?

Não, não mesmo...
Até eu fiz promessas que não pude cumprir.

Há muito tempo atrás...
Bem quando eu era criança, havia um menino que era filho do dono de uma loja de lanches que eu sempre via saindo da fábrica onde minha mãe trabalhava.

Ou prometi a ele que mostraria meu mangá assim que o acabasse.
Mas acabou que nunca pude mostrar.
Quando eu estava no ginásio, coincidentalmente o vi de novo, mas meu ego entrou no caminho e não consegui me pôr a falar com ele.
Mesmo que eu apontasse na cara dele, ele não se lembraria de mim.

Não seria ótimo se esse garoto estivesse lendo seu mangá hoje?!
Nem tanto...
Isso fica no passado.

PÁG.143

Mas mesmo que nos encontrássemos de novo, ainda seria em vão se eu continuar desanimada com a minha vida assim...
São suas ações no dia-a-dia o seus pensamentos que transformam essas chances em milagres.
Ou pelo menos, é isso que venho dizendo a mim mesma esses dias.

Pensar naquela fábrica me traz lembranças...
NA minha adolescência, eu fingia ser a garota misteriosa e descolada e sempre ia pra lá à noite ver o céu.
E aquele céu estrelado foi o motivo da minha pintura "Via láctea" existir.

Olha só, que coincidência!
Afinal, hoje é o Tanabata! Talvez você o veja de novo!
Eu já disse que não preciso desses milagrinhos de contos de fadas.

PÁG.144

NÃO SE PREOCUPE, GESUMI!
EU VOU SER RICA E FAMOSA, VOCÊ VAI VER!
ENTÃO, MESMO SE VOCÊ NÃO SE CASAR LOGO, EU VOU ATRÁS DE VOCÊ!
É SÉRIO!?

Kanie, eu vou cuidar de você também quando o seu marido te abandonar.
Haha, não, obrigada. Eu não quero que minha existência seja reduzida à sua mera alimentação de ego.

AHAHAHA!
VITÓRIA!
O que isso quer dizer?
Ahh, você é pesada, Gesumi!

PÁG.145

[Que bonita uma reunião entre amigos]

PÁG.146

Tá bem, tá bem!
Eu vou embora!

'Té mais!
Certo!
E vê se dá um jeito no Mimura!

Sim, eu vou puxá-lo pelas bolas e amarrar o pescoço dele!

Espero que ela fique bem com ele.
Vai ficar tudo bem.
Eles combinam.

Beleza, Kanie...
Vamos voltar e trabalhar no próximo rascuho!
Ei, Nanjou...

PÁG.147

Que foi?
Não exagere.
Você sempre se dá mal tentando cuidar de tudo sozinha.

Você vai ter um bebê ano que vem, então tem que se cuidar mais.
Eu fico nervosa só de ver você trabalhando.

Mas eu sou assim.
Nada de bom vai surgir se eu só ficar dependendo dos outros.

Bem, a escolha é sua se você quer se esgotar ou não, mas...
Não se esqueça de que eu seria só um incômodo por se meter nos seus assuntos assim.

Ah...
Foi mal por te fazer se sentir assim...

PÁG.148

Agora, se o problema com o Onodera fosse resolvido...

Eu só tenho que esperar ele voltar pra casa.
A questão não é algum amor que eu tenho por ele, é só minha responsabilidade.

Você acha que o Onodera vai ficar satisfeito cor uma responsabilidade unilateral assim?
Bom, um sujeito como ele vai sempre continuar se preocupando.
Então, dessa vez eu só tenho que aceitar a dor e os problemas dele também.

Eu não desejo a felicidade ideal.
Nenhum de nós dois é assim.

Vocês são loucos!
É isso que queremos.

PÁG.149

Que a verdade seja dita sobre aquel quadro.
Na verdade, eu nunca vi a Via-Láctea.
Numa cidade como essa mal dá pra ver as estrelas.
Então, o que eu desenhei lá é só uma grande mentira.

Quando criança, eu insistia que conseguia ver o que não podia.
E minha única esperança era minha crença de que o que eu não conseguia ver, ainda existia em algum lugar.

E agora, sinto vontade de jogar esse passado fora e dar um passo à frente.
Mas eu não sei para onde estou seguindo, isso me deixa ansiosa.

PÁG.150

Mas que tipo de futuro eu imaginei pra mim mesma...
Quando vi o céu daquela noite?

PÁG.151

Kanie.
Fala.
Se importa de andar comigo mais um pouco?

PÁG.152

Haha.
Ei, Shimizu.
Você tá em melhor forma do que eu.

Tá bom, vamos pra casa.
Vamos deixar os problemas de amanhã para amanhã.

Então?

PÁG.153

Quem é você?

PÁG.154

Quem sou eu?
Eu sou eu...

Ahh...
Não há necessidade de tanto detalhe.

PÁG.155

Eu...
Eu sou seu amigo.

Hã? Onodera?
Eu não o vejo desde a formatura, e não faço ideia do que ele esteja fazendo.

Peraí...
Não me diga que está visitando todo os seus colegas de ensino médio só pra perguntar isso, está?

PÁG.156

[Tela do celular:

Gesumi [perdida]
Gesumi [Perdida]
Gesumi [Perdida] ]
Ahh...

Ei, Gesumi.
Desculpa, andei ocupado até agora...
Não, não é nada...
Só uma lutinha até a morte com uns ninjas do esgoto toda noite, nada demais.

PÁG.157

Hein? Você tá chorando?
Ah, por favor, você é minha namorada, não me faça dizer essas coisas constrangedroas!
Sou um homem de Kyushu!
Eu viajo por grandes coisas sem recla-

Tá bem, foi mal.
Eu só sou um moleque nascido e criado em Kanagawa.
Ok, vou aí agora mesmo.

Hã? Não preciso ir?
O quê?
Acho que essa ideia acabou de passar pela minha cabeça...

PÁG.158

Uau...
Incrível...

Eu decidi.
Vou aí buscar você agora.

Porque... me escuta, cacete!
EU AMO...

PÁG.159-160

[Sem texto]

PÁG.161

[Que lindo]

PÁG.162

[Tela do celular: A mensagem final deixada pelo líder (?) do culto que planejava um suicídio em massa. Reupado do Niya-Niya Douga.

Todos os comentários (8)

Mano Fofinho - 3 segundos atrás
Hoje é a última noite do mundo...

Chikubi - 25 segundos atrás
Em 5:26 ele fala "No momento em que a via láctea passar pela esperança." Ele tá falando da chuva de meteoros de agora?]

PÁG.163

[Sem texto]

PÁG.164

Que ótimo seria se eu pudesse desaparecer queimando daquele jeito num piscar de olhos, pensou ele.

PÁG.165

As estrelas cadentes caíam uma a uma.

Sem estar feliz, nem triste, simplesmente cansado, ele se deitou.

PÁG.166

Tanto Aiko quanto Deus se foram. Fecharei meu olho restante e dormirei sem se preocupar com o amanhã...
Isso foi o que ele pensou.

Boa noite...

PÁG.167-168

Punpun.

PÁG.169

... Mas eu não o deixaria fazer algo assim.
Talvez seja só meu egoísmo, mas...

Acorda.

PÁG.170

Enquanto Punpun continuasse a sofrer, mais forte eu teria de ser.
Eu nunca mais o deixarei fugir de mim outra vez.

E é por isso que...

PÁG.171

Te peguei!

... Você é meu, somente meu.

PÁG.172

[página enche-volume]

PÁG.173

[É meus amigos, tá acabando...]

PÁG.174

Capítulo 144

PÁG.175

Ah!

Não, nada disso!
Não levante. Fique do jeito que está.

Você acabou de passar por uma cirurgia...
No seu olho esquerdo.
Você dormiu durante metade do dia desde então.
Mimura e Misuzu vieram há um tempinho atrás.

PÁG.176

Eu não me importo.
Mas você deveria não preocupar os outros assim...

Bom, eu preciso voltar e trabalhar...

Hm?
O que é isso?

PÁG.177

Eu tive um tempinho livre, então escrevi umas ideias pra minha próxima história.
Quer ver?

Esse é o personagem principal.
O que acha?
Extrapolei?

... É brincadeira. Meu editor me daria uma bronca daquelas se eu fizesse isso.
Foi o Mimura que rabiscou isso aí.

PÁG.178

Mas eu já estou pensando na minha próxima serialização...
Assim que começa, não dá mais pra parar...
Não importa o quão sórdido seja o trabalho, eu desenharei mangás que vendam para que eu possa escapar desse inferno criado pela minha consciência.

Ha...
Foi mal por falar essas coisas que não têm nada a ver.
Eu vou embora por hoje.

PÁG.179

Olha...
Não vou perguntar por onde você andou ou o que tem feito.

Mas se sentir vontade de falar sobre isso...
Estarei do seu lado para ouvir tudo que tem a dizer.

E se houver vezes em que você não conseguir transmitir muito bem suas ideias para os outros...
Eu estarei lá para dizer a todos por você.

PÁG.180

Estarei esperando.
Esperarei o quanto for necessário até lá.

Ah...
Eu voltarei de novo amanhã.

PÁG.181

[Sem texto]

PÁG.182

Perdão, senhorita...
Você é amiga do Sr. Onodera?

Recebemos um relato a respeito dele entrando e saindo de uma casa onde foi descoberto um homicídio um tempo depois...
Se importa de responder algumas perguntas?

PÁG.183

[Sem texto]

PÁG.184

Não, vão em frente...

PÁG.185

[IH, OLHA O PUNPUN]

PÁG.186
Como você acabou de passar por uma cirurgia, vamos pegar leve hoje...

Primeiro
...
Comece dizendo o seu nome.

Meu nome é...

PÁG.187-188

[...]

PÁG.189

[Sem texto]

PÁG.190

[Papel: Certidão de Nascimento

Soara Onodera

7 de julho de 201X, 22:39]

Placa: Incubadora

Caramba...
É exatamente como imaginei..

PÁG.191

Placa:
Soara Onodera
Data de nascimento: 7 de julho de 201X
Hora do nascimento: 22:39
Peso: 2,543kg

Isso é a esperança, não é...

PÁG.192

[Vish]

PÁG.193

[Sem texto]

PÁG.194-195

OYASUMI PUNPUN - 13
INIO ASANO

PÁG.195-196

[...]

PÁG.197

[Calma aí que não acabou ainda não]

PÁG.198

[A seguir, uma de minhas passagens favoritas de todo o mangá]

PÁG.199

Capítulo 145

Só mais um pouco...
Só mais um pouco e já é o Tanabata.

No ano passado não foi muito bom...
Mas esperamos ver a Via-láctea esse ano.

PÁG.200

Aiko.
Já faz um tempo.

Tenho muitas novidades pra contar esse ano também.

PÁG.201

Minha condicional agora acabou.
E desde mês passado comecei a trabalhar numa agência Estatal que o meu antigo chefe havia me apresentado.
É um trabalho bem simples.
Mas estou me esforçando o máximo que posso.

E quanto à minha amiga Mangaká,
A impressão do volume 1 da nova obra dela, aquela que eu ajudei, acabou de sair. Ela está bem feliz.
E o Mimura vai se casar ano que vem.
Eu e todos os outros estamos muito bem.

PÁG.202

Estou mudando também...
Não é difícil como pensei que seria.

Evitando a luxúria...
e a ganância...
Enquanto trabalho honestamente.
Nem que seja pra ajudar os outros.

PÁG.203

E quando vejo alguém à minha volta sorrir...
Sinto-me aliviado.
Já que eu não vou trabalhar amanhã, talvez eu saia.

Se eu tivesse algo pra fazer amanhã, me preocuparia.
A filha da minha amiga cresceu tão apegada a mim que ela pensa que eu sou o pai dela.

PÁG.204

Claro, acho que essa criança fica melhor tendo um pai.
Mas não acho qu eesse deveria ser eu.

Me sinto bem do jeito que estou, sozinho.
Esse é o único desejo egoísta que tenho.

PÁG.205

É muito pacífico.
Como talvez a vida de um fantasma também seja.
Livre e sem preocupações...
Eu deixo o vendo me levar na direção em que ele soprar.

Aonde vou exatamente?
Nem eu mesmo sei.

Mas um dia, quando minha hora chegar, gostaria de desaparecer como uma bolha insignificante.
E então, sumir das memórias de todos.

PÁG.206

Há vezes que olho pra trás...
Para a minha infância, ou pros poucos meses que passei com você.
Mas tentar descrever esses sentimentos tão vagos e fragmentados em palavras é quase impossível.

... Patético, não é?
E olha que não gosto de viver com esses sentimentos de vergonha.

PÁG.207

É o único dever que você me deu.
Então, o manterei até o fim.

Aiko...
Andei pensando...

Será que vimos mesmo a Via-Láctea?
Naquela noite em nossas infâncias...
Ou será que o que vimos foi só obra da nossa imaginação?
Ando me perguntando isso.

PÁG.208

Nos últimos dias sua voz tem andado meio fraca.
Aiko...
Talvez sua voz sempre tenha sido assim.

Será que você sempre foi assim?

PÁG.209

Mesmo que só tenha se passado um ano...
Eu desconfio cada vez mais...
Desconfio de como você realmente era...

"Se você me trair de novo, eu te mato."

PÁG.210

Aiko...
Não precisa esconder...

Eu sei que você não consegue mais me matar.

PÁG.211

"Você não mentiria. Mentiria, Punpun?"

[Papel: Que você nunca se esqueça de mim.]

Aiko.

PÁG.212

Perdoe-me...
Fui um mentiroso.

PÁG.213

Tenho certeza.

Eu não poderei ver a Via-Láctea esse ano ou no próximo.
E todas as futuras noites de Tanabata serão nubladas.

PÁG.214

E enquanto o mundo não acabar ou a humanidade perecer...
Eu tenho que continuar seguindo em frente.

Bzzzzz...

PÁG.215

Sinto muito...
Bzzz..
Aiko.

Bzz..
BZZZ...

Adeus.

PÁG.216

Bzzz...

Bzzz..

PÁG.217

[Adeus, Aiko]

PÁG.218

[Agora, que venha a conclusão]

PÁG.220

Capítulo 146

PÁG.221

Eu nunca me esquecerei do tempo que passei com vocês.
Obrigada por tudo até hoje.

Sr. Harumi.
Já terminou o planejamento para a reunião do mês que vem?

PÁG.222

Ah.
Eu mandei os formulários pra você semana passada via e-mail.

Ah, então você acabou.
Então, como foi lidar com a despedida de um aluno na sua primeira aula?

Foi tudo bem, mas...
Tenho que dizer que vou sentir falta dela...
Ah, você é tão sensível.

Mas bem no fundo...
Você não podia se importar menos, acertei?

A respeito do tema da redação que você aplicou...
"A Importância da amizade"...
Como chefe do departamento, eu lhe digo...

PÁG.223

Você não considerou a hipótese de que um aluno que ainda não se enturmou com os colegas de classe possa se sentir excluído por esse assunto?
Peço pra você tomar mais cuidado com isso.
...Com todo o respeito, Sr. Takahashi...

Todos os meus alunos se dão muito bem entre si.
E recebi a aprovação dos pais deles na reunião de pais e professores quanto a esse assunto.

Se você se tornar muito convencido só porque ficou popular entre os pais, pode te trazer problemas mais à frente.

Então...
Que tal "Sonhos para o futuro"?

PÁG.224

Sim, aí é justo pra todos.
Gostei...

Aquele Takahashi...
Ele tem uma implicância com você, Shuntarou, né?

Bom...
Acho que ele só está fazendo o trabalho dele.

PÁG.225

Consigo compreender que haja sensividade naquele assunto desde os problemas com bullying há um tempo atrás...
Mas tenho minhas dúvidas de se "Sonhos para o Futuro" é mesmo um assunto mais justo com todos...
Esse Takahashi teima muito com uma coisa ignorando as outras!

Digo, todo mundo vem de famílias diferentes com seus próprios contextos.
Forçar os alunos a pensar em seus futuros pode ser meio problemático.
Shuntarou, você concorda demais com os outros!

Então, sobre o que as crianças na sua classe escreveram?

"A última vez em que você mostrou bravura."
Olha aí...

PÁG.226

Ah! Você tá zombando de mim, não tá?
Que nada, só tô impressionado pelo quanto isso combina com você...

Não é o assunto que importa...
Mas sim melhorar as habilidades de escrita deles.

Ah!
Obrigado por juntar tudo isso pra jogar fora por mim, a propósito.
Ei, não muda de assunto!

Olha, achei meu velho caderno do colégio...
Isso me traz lembranças.
Sim, achei um monte de coisa enquanto fazia a faxina.
Tudo bem se eu jogar tudo isso fora?

PÁG.227

...Sim.
Não preciso mais disso.

Não esquece...
Vamos sair pra eu experimentar o vestido no próximo domingo.

Como poderia me esquecer?
Eu estou ansioso por isso!

PÁG.228

No último jantar que fizemos lá em casa...
Pareceu que agora você e meus pais estão se dando melhor.
Mas eles talvez estejam só fingindo que entendem os mais jovens.
Por isso, não pense que pode escapar disso apenas sorrindoo.

PÁG.229

Minha nossa!
Você veio, Harumi!
Sono, o Harumi chegou!

Opa, Harumi!
Já faz um tempo, né?

Sim...
Você tá bem alto, Komatsu.
Sim, eu já tinha passado de 1,90m no Ensino Médio.

PÁG.230

E aí!
Achei que não viria.

Valeu por me chamar, Seki.
Foi difícil achar seus contatos, sabia?

E aquele cara?
Aquele menino que sempre andava com você...
Ah, o Shimizu? Ele tá ocupado e não pôde vir...
Ele está trabalhando como enfermeiro enquanto eu estou cuidando da loja de marmitas do meu pai.

Entendo...
Então, só falta...

PÁG.231

Que nostalgia.
Parece que ninguém mudou nada.

PÁG.232

A gente só finge que nada mudou.
A galera que vem pra essas reuniões são sempre aqueles que fingem que mudaram alguma coisa.

Tá dizendo que não estamos todos aqui pra comparar nossas vidas atuais?
Não negue, falo o mesmo pra você, né, Senhor Professor?
Você tá um pé no saco como sempre, Seki...

PÁG.233

Vocês formam um belo casal.
Ah, que nada...
Ele é muito gentil.
Gentil é tudo qu ele é.

...Shuntarou!

PÁG.234

Se você está entediado...
Pode dar uma caminhada lá fora se quiser.

Por quê?
Não tô entediado não...

Foi mal, mas gostaria de ficar um pouco sozinha pra pensar.

PÁG.235

[Sem texto]

PÁG.236

Acho que é isso que chamam de "normal".

Essa vida é tão fácil que sinto como se a minha mente fosse estourar a qualquer momento.

PÁG.237

No Tanabata desse ano o clima vai estar limpo, apesar de estarmos em época de chuvas.
E de repente, senti como se tivesse que ir matar alguém, então, comecei a andar por toda a multidão.

E foi aí que o encontrei novamente...

PÁG.238

CAPÍTULO FINAL

Olhando por cima, ele se parecia totalmente como qualquer outro adulto.
Mas quando nossos olhos se encontraram, eu tinha certeza de que era ele.

Talvez pra ele tenha sido assim também.

PÁG.239

E a nossa coversa cheia de indiferença continuou.

Não havia como evitar, já que eu não era mais aquele que o conheceu antes, e talvez tenha sido assim pra ele também.

PÁG.240

E no meio da conversa, o assunto mudou e começamos a falar do clima.
Talvez nós dois tenhamos sentido que já era hora de nos despedirmos.

Depois de um curto silêncio...
Ele disse algo que ele já queria me dizer faz tempo...

"Aquele filme pornô que chamávamos de EBJ, na verdade se chamava EVJ."
[nota: "B" e "V" possuem quase a mesma sonoridade em japonês]

PÁG.241

Enquanto eu pensava "Foi nisso que você pensou esse tempo todo?", ele continuou...

"Além disso, quando você se transferiu da escola, me senti bem solitário."

PÁG.242

... Eu também me senti assim.
Mas mesmo assim, não havia muito que podíamos fazer na época.

Ei!

PÁG.243

Não saia andando na frente sozinho, seu maluco!

Hã?
É um colega dos seus tempos de escola?

Ah, entendi, ele é aquele que saiu com uma menina e tomou um fora poucas horas depois, né?
Hein...

Tudo bem, vamos lá!
Estávamos procurando por você.

PÁG.244

Enquanto nos despedíamos, eu comentei... "Ah, então você se casou."
Mas pela expressão dele, podia ver que não era bem isso. Então, não questionei mais nada.

Não senti necessidade de perguntar sobre o ferimento no olho esquerdo dele também.

Afinal, eu e você já somos...

PÁG.245

[Sem texto]

PÁG.246

[Sem texto]

PÁG.247-248

[Sem texto]

PÁG.249-250

[Tchau, Punpun, foi legal ver sua história]

PÁG.251

[É, tá acabando]

PÁG.252

Enquanto eu dizia "Até logo"...
No fundo, eu senti que nunca mais nos veríamos.

E mesmo assim, nem no último momento não consegui lembrar o nome dele.

PÁG.253

Shuntarou...
Sinto que há uma fenda em nossas conversas.
... No que você anda pensando?

Tá dizendo que...
Você está preparada pra me aceitar como sou?

Eu...

PÁG.254

Sei que há coisas que...
são melhores que não sejam perguntadas..
Mas...
Eu não consigo perdoar o abuso do Takahashi!

Ah, espera aí!
Tá falando sério?
Você ainda quer falar nisso?

Sabe, até eu me sinto meio irritado uma vez ou outra.
Ele... Ele é um cuzão!

Olha, você odeia ele também, não é?
Se eu fosse a única que o odiasse, eu seria aquela vadiazinha que odeia todo mundo sem motivo e eu não quero ser esse tipo de pessoa...

PÁG.255-256

[Sem texto]

PÁG.257

[Sem texto]

PÁG.258

[Sem texto]

PÁG.259

Hmm?
O que foi?

Não precisa ficar nervosa.
Você vai se enturmar em pouco tempo, dê o seu melhor!

Foi a mesma coisa comigo.
Meu professor na época me disse isso.

PÁG.260

Eu não preciso de incentivo assim...
Não é como se você me conhecesse bem.

Você tem razão.
Eu não te conheço bem, então não me importo tanto assim com como você é.
Mas estou falando sério quando falo pra você se esforçar.

Eu vou fazer de tudo por você, já que serei seu professor.
Então, aprenda a confiar um pouco mais nos adultos.

PÁG.261

Eu vim de Edogawa.
Meu nome é Moe Sasazuka.

É isso aí...
Agora que temos nossa nova colega..

PÁG.262

[Sem texto]

PÁG.263

[Sem texto]

PÁG.264

O que é sexo?

O que é ser normal mesmo, hein?

PÁG.265

Ei...
Você sabia que a humanidade vai entrar em extinção?



OYASUMI PUNPUN - FIM

PÁG. 266

Oyasumi Punpun 13
Inio Asano

Assistentes de fundo:
Satsuki Satou
Hiro Kashiwaba
Ran Atsumori
Yuuki Toribuchi

Ajuda adicional por:
Kumatsuto
Hisashi Saitou
Yasumasa Iwama
Takeshi Fujikawa
Yuu Uehara
Kihachirou Kume
Haruka Narukawa
Ayako Mitsudome

PÁGINA 267-268

Ilustrações de capa de Inio Asano (2003-2013)

__________________FIM DO VOLUME______________

________________FIM DA SÉRIE___________


É, galerinha... acabou. Foram 3 longos anos de trabalho, mas acabou. Muito obrigado por terem lido e apoiado o meu trabalho e o trabalho da Shin Sekai Scans e todo o nosso esforço nesse projeto! Valeu cada página!

Have you shown your appreciation today? Click the thanks button or write your appreciation below!

0 members and 1 guests have thanked Nintakun for this release
Comments
Add your comment:

Login or register to comment

Benefits of Registration:
    * Interact with hundreds of thousands of other Manga Fans and artists.
    * Upload your own Artwork, Scanlations, Raws and Translations.
    * Enter our unique contests in order to win prizes!
    * Gain reputation and become famous as a translator/scanlator/cleaner!
No comments have been made yet!

About the author:

Alias: Nintakun
Message: Pm | Email

Author contributions

Translations: 314
Forum posts: 37

Quick Browse Manga

collapse

Translations of this Chapter

Date Chapter Language Translator
Nov 12, 2011 13 br Nintakun
collapse

Latest Site Releases

Date Manga Ch Lang Uploader
Mar 1 MH Yearbook 2013 Mangahe...
Jan 19 MH Yearbook 2012 1 Mangahe...
Nov 14 Houkago 1 Osso
Nov 14 Oragamura 1 Osso
Nov 14 Kenka 1 Osso
Nov 14 101Kg 1 Osso
Nov 14 Murder 1 Osso
Nov 14 Doubles 1 Osso
Nov 14 Pinknut 1 Osso
Nov 14 Kimagure 1 Osso
collapse

Latest Translations

Date Manga Ch Lang Translator
Oct 1, 2014 Sleipnir 2 en shadow-...
Oct 1, 2014 Shokugeki no Souma 88 en Eru13
Sep 30, 2014 Rock Lee's... 36 fr Aspic
Sep 30, 2014 Chrono Monochrome 38 en aegon-r...
Sep 30, 2014 Rock Lee's... 35 fr Aspic
Sep 30, 2014 81 Diver 103 en kewl0210
Sep 30, 2014 81 Diver 102 en kewl0210
Sep 30, 2014 81 Diver 101 en kewl0210
Sep 30, 2014 81 Diver 100 en kewl0210
Sep 29, 2014 Mayonaka no X Giten 5 en Dowolf